Caravana da poesia Helena Kolody

Uma experiência poética!

A Caravana da Poesia está levando aos alunos de escolas do município de Curitiba poemas da autora Helena Kolody,
proporcionando uma verdadeira experiência poética!

letras letras-02 letras-03 letras-04 letras-05 letras-06

A Caravana da Poesia está levando aos alunos de escolas do município de Curitiba poemas da autora Helena Kolody, proporcionando uma experiência poética! As atividades propostas por este projeto enriquecem o conhecimento literário dos alunos envolvidos através da teoria e prática. Os poemas utilizados nas atividades propostas foram selecionados especialmente para o projeto por uma curadoria. As oficinas de poesia são ministradas por autores experientes que conhecem e apreciam as obras da autora. Os poemas desenvolvidos pelos alunos durante as oficinas têm um lugar especial aqui em nosso blog. O projeto também fornecerá às escolas visitadas pelo projeto o livro “Infinita Sinfonia”, coletânea de poemas da autora.

infografico

Uma experiência de criação de poemas na sala de aula!

Helena Kolody

Helena Kolody é uma das poetisas mais importantes do Paraná.
Nasceu no dia 12 de outubro de 1912, em Cruz Machado, Paraná. Seus pais foram imigrantes ucranianos que se conheceram no Brasil. Helena passou parte da infância na cidade de Rio Negro, onde fez o curso primário. Estudou piano, pintura e, aos doze anos, fez seus primeiros versos. Foi a primeira mulher a publicar haicai no Brasil, em 1941. Helena Kolody morreu no dia 15 de fevereiro de 2004 na cidade de Curitiba.

heleninha

O livro

livro

Helena Kolody se tornou uma das poetisas mais importantes do Paraná. Nasceu no dia 12 de outubro de 1912, em Cruz Machado, Paraná. Seus pais foram imigrantes ucranianos que se conheceram no Brasil. Helena passou parte da infância na cidade de Rio Negro, onde fez o curso primário. Estudou piano, pintura e, aos doze anos, fez seus primeiros versos. Foi a primeira mulher a publicar no Brasil, em 1941. Helena Kolody morreu no dia 15 de fevereiro de 2004 na cidade de Curitiba.

O livro “Infinita Sinfonia” foi organizado e coordenado por Adélia Maria Woellner e editado pela Editora Insight para somar à semana do centenário de Helena Kolody, que aconteceu em 2012. Considerada a antologia mais completa da autora, a obra tem mais de 500 poemas, fotos de várias fases da vida de Kolody, textos escritos a próprio punho e diferentes versões do mesmo poema. Além disso, o livro é organizado de acordo com as publicações feitas ao longo da vida da autora.

Curadoria

Marilza Conceição

Pedagoga, Contadora de histórias, Compositora, Especialista em práticas pedagógicas para a Educação Infantil, e Escritora de literatura infantojuvenil. Possui extensa experiência docente no Ensino Fundamental e Infantil. Atuou como coordenadora de Literatura, na Secretaria Municipal da Educação de Curitiba, onde criou o Curso Para Gostar de Literatura, com o qual capacitou professores e graduandos de Pedagogia, para a prática de leitura de literatura, em sala de aula. Criou a Oficina de Palavras e Brinquedos, para estudantes do Ensino Fundamental e EJA.

É coordenadora da regional do Paraná da AEILIJ- Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil.

Publicou os livros infantojuvenis “As Primas”, 2013, “O Ovo do Bolo”, em 2014  e “O Balé da Chuva”, 2ª edição, em 2014, o qual inspirou o diretor Henrique Faria, a escrever o roteiro e realizar o filme de curta metragem, do mesmo nome, exibido na rede RPC. 

adeliaAdélia Maria Woellner

Adélia Maria Woellner (Curitiba, 20 de junho de 1940) é escritora, advogada, professora universitária brasileira e é a atual ocupante da cadeira nº 15 da Academia Paranaense de Letras. Adélia Maria Woellner integra a Academia Paranaense da Poesia, o Paraná, casa que presidiu de 1997 a 1999, e o Centro Paranaense Feminino de Cultura. Em 2008 recebeu o título de Cidadã Honorária de Piraquara-PR. Idealizou, organizou, coordenou e editou o livro Infinita Sinfonia, de Helena Kolody (2011).

Publicou mais de vinte títulos, entre: poemas, crônicas, ensaio, pesquisa e literatura infantil. Para o público infantil, além dos doze volumes da coleção Valores, em coautoria com Heliana Grudzien, publicou “Férias no sítio”, “A menina do vestido de fitas” (para colorir), “A água que mudou de nome”, “Festa na cozinha-bom apetite”, “Vida Livre - a história do papagaio-da-cara-roxa”, “Coleção Tagarela” (5 volumes) e “A Menina que Morava no Arco-Íris”, cuja história foi adaptada, por Gil Gabriel, como roteiro do teatro de bonecos criado e apresentado pela Almazem Teatro de Bonecos.

Oficineiros

alvaro

Alvaro Posselt

Alvaro Posselt nasceu em Curitiba (1971), onde é professor de língua portuguesa. Participou de diversas antologias de haicais e minicontos, também publicados em revistas e jornais. Publicou a trilogia formada por “Tão breve quanto o agora” (2012) e “Um lugar chamado instante” (2013), e “Kaki” (2015). Publicou também o livro de haicais “Entre arranhões e lambidas” em 2014.

gustavo

Gustavo Vazquez Ramos

Gustavo Vazquez Ramos nasceu em Brasília (1980) e vive em Curitiba. Formado em Filosofia pela UFPR, é escritor e músico.Publicou os livros “As compensações” (2010), “Tito, o Gato” (2013) e “Tito e Tuli” (2015). Gustavo realiza contação de histórias e rodas de leitura em ventos literários, em escolas e livrarias.

priscila

Priscila Prado

Priscila Prado nasceu no Rio de Janeiro (1967), vive em Curitiba, é graduada em Direito pela UFPR (1990) e é autônoma na área de advocacia desde 2009. Estreou na literatura com o livro de poemas “A qualquer momento AGORA” (2005). Foi finalista do Prêmio Jabuti 2013 com o livro interativo de poesia ilustrada voltado para o público infantojuvenil “Preguiça, Coragem e outros bichos” (2012). Em 2015 publicou seu livro de poemas “No Olho do Paradoxo”.

rosy

Rosy Greca

Rosy Greca nasceu em Arapongas. Morou em algumas cidades do norte do Paraná antes de chegar a Curitiba no ano de 1972. Seu nome ganhou destaque ao vencer alguns festivais em Curitiba. Com a música Concepção arrematou o 1.º Festival Universitário da Canção, promovido pela PUCPR, em 1977. As canções Veias abertas e Francisca conquistaram 1.º e 3.º lugares, respectivamente, no 1.º Festival da Canção de Curitiba, em 1979, promovido pela Rádio Capital.

marilza

Marilza Conceição

Pedagoga, Contadora de histórias, Compositora, Especialista em práticas pedagógicas para a Educação Infantil, e Escritora de literatura infantojuvenil. Atuou como coordenadora de Literatura, na Secretaria Municipal da Educação de Curitiba, onde criou o Curso Para Gostar de Literatura.  Criou a Oficina de Palavras e Brinquedos, para estudantes do Ensino Fundamental e EJA. É coordenadora da regional do Paraná da AEILIJ- Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil.

Escolas Participantes

Escola Municipal Ulisses Falcão Vieira

Evento realizado no dia 17/08/16.

Escola Municipal Otto Bracarense Costa

Evento realizado no dia 18/08/16.

Escola Municipal
Piratini

Evento realizado no dia 23/08/16.

Escola Municipal Vila Torres

Evento realizado no dia 24/08/16.

Escola Municipal Elevir Dionisio

Evento realizado no dia 30/08/16.

Escola Municipal Pilarzinho

Evento realizado no dia 08/11/16.

CEI Professor José Wanderley Dias

Evento marcado para o dia 08/11/16.

Escola Municipal Tanira Regina Schmidt

Evento realizado no dia 10/11/16.

Escola Municipal Mirazinha Braga

Evento realizado no dia 11/11/16.

 

helena-icon

2016. Projeto Caravana da Poesia Helena Kolody.

logos_fcc